Facebook Ads: Como Criar um Anúncio Perfeito

É praticamente impossível falar em marketing digital hoje sem mencionar o Facebook Ads. Afinal, ele é hoje um dos principais geradores de tráfegos e conversões da internet, e em alguns casos, apresenta mais resultados do que o próprio Google AdWords.

Mas, nem todos os empreendedores e profissionais de marketing que eu conheço sabem utilizar essa poderosa plataforma de anúncios a seu favor. Acabam por desperdiçar muito tempo e dinheiro em campanhas que não convertem.

Esse é o seu caso?

Aqui no blog eu tenho tratado do Facebook Ads de forma constante. Tenho uma série de posts sobre o assunto:

Mas hoje eu decidi explorar alguns aspectos relacionados à criação de anúncios perfeitos. Nas linhas abaixo, você irá aprender tudo que é preciso para criar um anúncio que trilhe o caminho do sucesso.

Ou que em outras palavras, que convertam visualizações em cliques, cliques em leads, leads em vendas e etc.

Está pronto para aprender a criar um anúncio perfeito e gerar mais resultados em seu negócio? Vá em frente na leitura!

Porque você não pode bobear ao criar um anúncio no Facebook Ads

O Facebook é mais que uma rede social. De acordo com dados divulgados pela própria rede, já são 1,6 bilhão de usuários mensais espalhados pelo mundo, dos quais 99 milhões são brasileiros. Ou seja, 8 a cada 10 brasileiros estão no Facebook.

Todos os dias temos 1,04 bilhão de pessoas conectadas à rede, sendo que, destas, 934 milhões realizam a conexão por celular ou tablet. (Na verdade, 823 milhões estão no Facebook exclusivamente no mobile). No Brasil, são 89 milhões de usuários móveis ativos mensais, o que equivale a quase 90%.

Os números são impressionantes, não é mesmo?

Pois é, várias empresas já acordaram para o poder da rede. Isso significa que há uma crescente concorrência. Por isso que você não pode bobear ao criar um anúncio no Facebook Ads. Se os anúncios não forem perfeitos, você estará a alguns passos de perder dinheiro e falir sua estratégia de marketing digital.

A primeira etapa para criar um anúncio que converte, é transformar as visualizações em cliques, pois sem tráfego, sua taxa de conversão em leads e vendas tende a ser zero. Mas não se preocupe, porque eu tenho uma boa notícia para você…

Não é preciso muita coisa para conseguir o clique do usuário. Na realidade, basta ter uma boa imagem de anúncio e uma chamada para ação, e pronto, o clique está garantido.

A má notícia é que a “boa imagem” e a “boa chamada” nem sempre é tão simples assim de se conseguir. Na verdade, criar um anúncio perfeito para o Facebook Ads é algo que depende de muitas técnicas diferentes e, principalmente, muita experiência.

Mas fique tranquilo, porque eu decidi compartilhar minha experiência com você agora.

Acompanhe a lista de pontos essenciais para criar o anúncio perfeito no Facebook Ads!

#1. Imagem relevante e com boa visualização

O primeiro passo é escolher uma imagem relevante para seu anúncio, e isso quer dizer uma imagem 100% conectada com o objetivo da sua empresa. Ela precisa ser interessante para o seu público-alvo e – ainda – deixar claro os objetivos do seu negócio.

Caso contrário, você irá gerar tráfego de pessoas desinteressantes para o seu nicho e pode acabar sendo punido com propaganda enganosa.

A segunda coisa que você deve se atentar, é quanto ao tamanho da imagem e se é possível ler as informações inseridas nelas, mesmo em um tamanho bem menor (como acontece com os anúncios laterais de Facebook que exibem apenas 354 x 133 px).

O ideal é que as informações sejam bem lidas, mesmo nos anúncios menores ou em telas de aparelhos móveis, como um smartphone, por exemplo. Essa é a primeira dica e uma das mais essenciais.

#2. O tipo certo de imagem

Tão importante quanto a relevância e a boa visualização numa imagem, é escolher o tipo certo de imagem… Esse ponto, apesar de parecer bobagem, forma um dos grandes diferenciais entre anúncios visualizados e anúncios clicados.

Listei aqui alguns tipos de imagens que costumam converter mais que a média para você testar no seu negócio e se inspirar:

  • Mulheres sorrindo: Utilize mulheres sorrindo apresentando a oferta ou então clientes mulheres felizes com a aquisição do produto;
  • Estilo de vida: Imagens que mostram um estilo de vida que seu produto/serviço pode proporcionar ao cliente;
  • Cores: que contrastam a imagem e o fundo, bem como destacam o CTA com uma cor brilhante;
  • Logo: a logo com o fundo, usada geralmente em anúncios de remarketing;
  • Crianças e animais de estimação: para apresentar o seu produto ou mostre qualquer um dos dois (ou os dois) satisfeitos com o resultado do produto/serviço;
  • Celebridade: e autoridades no seu nicho para gerar credibilidade na sua marca/produto;
  • Imagens engraçadas: que fogem dos anúncios tradicionais e do cotidiano do seu público-alvo, de modo que ele precise olhar duas vezes para entender o que ela quer dizer.

#3. CTA (Call-to-Action)

É fundamental que o seu anúncio no Facebook Ads tenha uma CTA dentro da imagem e não somente na legenda. Até porque, a grande maioria das pessoas não lê a legenda, ou só a lê depois de ver uma imagem (e esta chamar sua atenção).

Sendo assim, insira sempre CTA’s dentro da imagem do anúncio. Como, por exemplo: “Baixe agora”, “Eu quero”, “Clique aqui”, “Assista ao vídeo” e etc.

Obs.: Desde que o Facebook Ads inseriu a opção de criar um CTA dentro do conteúdo do anúncio, ele proibiu o uso de botões nas imagens. Portanto, insira o seu CTA em texto corrido e não mais em um botão.

Algumas dicas para criar CTA’s que convertem:

  1. Pense no que o público está buscando

O que seus potenciais clientes estão procurando exatamente? O que é preciso para convencê-las a tomar uma ação? O que eu quero que elas façam ao clicar no anúncio? Responder essas perguntas é um bom começo.

Importante que você faça uma pesquisa de tema e de palavras-chaves antes de produzir seu anúncio. Se você se planejou previamente isso, estará mais apto a criar um anúncio perfeito pensando exatamente no que seus leads estão buscando.

  1. Seja específico

Se as palavras são simples, mas eficazes, sua chamada para ação já ganhou o leitor. Na verdade, textos curtos e autoexplicativos são os mais indicados para uma chamada. Já as frases longas e pouco persuasivas atrapalham a conversão. Uma boa frase ou um verbo de ação pode ser suficiente para gerar o resultado desejado em um anúncio.

  1. Apresente uma promessa forte

Toda vez que for produzir sua chamada, destaque um benefício. Ou seja, seu CTA deve prometer alguma coisa. Lembre-se que seu leitor está buscando algo e a frase deve mostrar que o anúncio é porta para o que ele busca.

  1. Explore os gatilhos mentais

Para criar um anúncio e um call-to-action persuasivo, você precisa estudar os gatilhos mentais. Eles são muito poderosos para gerar emoções no usuário e gerar os cliques de uma forma mais eficiente. Ignore essa dica e corra o risco de sempre fazer anúncios fracos e não vendedores.

Para mais informações sobre a criação de anúncios persuasivos, você pode assistir o vídeo abaixo, que é exclusivo do meu Canal no YouTube:

#4. Segmentação dos anúncios

Você pode criar um anúncio perfeito, com imagens surpreendentes e chamadas convincentes, mas se faltar esse elemento importante, a segmentação, seu objetivo vai falhar. Criar o melhor anúncio possível não impede que ele seja mal direcionado, ou seja, para pessoas que provavelmente não irão se interessar pelo que tem a oferecer.

Ao criar um anúncio no Facebook, é fundamental que você segmente o público que irá ver este anúncio. Dessa maneira, as chances de o clique gerar leads é muito maior, além de que você deixa de anunciar para aquelas pessoas que não tem interesse, utilizando de maneira mais inteligente o seu investimento.

O Facebook Ads é muito eficiente no quesito segmentação. E além das segmentações por idade, sexo e região, você pode, por exemplo, usar os seguintes critérios:

Segmentação profissional – A partir do preenchimento dos usuários quanto ao local de trabalho, o Facebook pode exibir seus anúncios a partir das preferências profissionais da pessoa. No setor de educação, essa segmentação pode ser muito poderosa.

Segmentação amorosa – Nesse caso, você pode criar um anúncio segmentado para os usuários que possuem status de relacionamento definido, como “solteiro”, “relacionamento sério” ou “casado”. Algumas empresas já descobriram nessa segmentação uma fonte de conversão.

#5. Oferta de conteúdo – Além da anatomia do anúncio

A oferta de conteúdo, também chamada no ramo de internet marketing de isca digital, é algo que você oferece ao usuário em troca de dados como o seu endereço de e-mail e outras informações interessantes para o seu negócio.

Muita gente acha que somente criar um anúncio jogando o usuário diretamente para a página de vendas é suficiente. Isso funciona, claro, mas não é sempre. Em muitos casos, será preciso optar pela oferta de conteúdo para ter mais eficiência na hora da conversão.

Mas para que isso funcione, você precisa fazer algo que gere valor… E esse valor deve ser percebido pelo público do anúncio. Ninguém está disposto a sair por aí dizendo seu endereço de e-mail para receber promoções. Entretanto, muita gente tem interesse em um vídeo ou e-book bacana que possa solucionar um problema-chave.

E, em troca desta solução, elas estão dispostas a fornecer o endereço de e-mail sem nenhum problema. Se sua intenção é converter leads, principalmente, tenho algumas dicas para te ajudar a criar um anúncio que converte:

Apresente uma promessa forte

Sendo realista com você, não é porque é de graça que todo mundo irá baixar! Sua recompensa precisa apresentar uma promessa forte, que leve o interessado a desejar aprender o assunto. Já destaquei isso na parte do CTA e reforço aqui.

Entretanto, não apenas prometa, mas cumpra a promessa.

Outra dica importante é criar um formato de rápido e fácil consumo. Ninguém quer ler ou assistir algo muito vasto e longo que irá tomar muito tempo. Por isso, ao pensar em sua recompensa, seja o mais profundo e objetivo possível.

Mostre que é grátis

A lógica é: “Se é de graça, eu quero agora” Promova essa reação nos alvos de sua isca. Mexa com o emocional delas através das técnicas que te ensinei aqui, como os gatilhos mentais.

O CTA de seu anúncio precisa ser explícito para mostrar ao público que há algo importante para ele, e que não será preciso ele pagar por isso.

Nunca minta ou crie falsas expectativas

A pior coisa para alguém que baixa uma recompensa é se deparar com promessas vazias. Se você não cumprir o que prometeu, de nada valeu seu anúncio e sua oferta de conteúdo/isca digital.

Se você “der mole”, usando um termo popular, muitos não te darão uma segunda chance. Por isso, seja honesto e sincero. Aliás, esse é um conselho valioso não só para anúncios, mas para todo seu marketing e por que não para a vida?!

A melhor ideia possível

Observe analiticamente se sua isca digital está garantindo o melhor que você pode fazer. Se houver dúvidas, não lance antes de ter tudo definido. Tanto o conteúdo oferecido, quanto os anúncios, devem ser criados e revisados de forma criteriosa.

Trabalhe com as palavras maestria e perfeição em mente.

#6. Landing Pages

Landing pages otimizadas para uma determinada segmentação são cruciais para a conversão de anúncios. Mas, estas páginas precisam obedecer algumas regras que garantem o retorno, as quais são:

  • Design atraente e moderno;
  • Depoimentos/logos de clientes;
  • Objetivo único (baixar arquivo, comprar X, assistir Y, etc.);

Você pode aprender mais sobre isso nesse artigo “Como Criar Landing Pages que Convertem”. Mas já destaco alguns critérios a mais para garantir que as landing pages que virão após seus anúncios no Face Ads convertam mais:

Tenha um objetivo claramente definido

Não é preciso rodar muito para se deparar com landing pages confusas, que apresentam mais de um objetivo. Esse é um grande erro, pois é preciso que a coisa fique clara para o visitante. No caso do tópico abordado acima, o objetivo é levar o visitante a baixar a isca digital.

Use os 3Cs

O título de sua landing page precisa ser pontual e convincente, direto e atraente. Afinal é a primeira coisa que o visitante vai conferir de perto. Uma dica é se valer da técnica dos 3Cs para compor o título:

  1.    Clareza;
  2.    Concisão;
  3.    Chamariz.

Utilize a dor de sua persona como gatilho

É muito importante que você conheça bem seu público-alvo e saiba exatamente o que ele enfrenta. A ideia é usar suas dores mais comuns como gatilhos para conectar a pessoa a mensagem da página. É preciso deixar claro que o problema, ou seja, a dor que a pessoa enfrenta. A partir daí, mostre a ela que você tem o que ela precisa.

#7. Não venda diretamente

Chegamos ao último conselho deste artigo…

“Não crie um anúncio para vender”.

As pessoas geralmente não acessam as redes sociais com a intenção de comprar. Elas estão ali para se entreter e se relacionar. Tenha isso em mente na hora de criar um anúncio no Facebook Ads.

A ideia é quebrar a primeira impressão de “anúncio comercial” deixando ele com uma cara de “utilidade pública”. Ninguém, além de marqueteiros e empresários, gosta de propagandas. Por isso não tente vender “empurrando um produto goela abaixo” no público.

Lembro de uma frase de Seth Godin:

“O melhor marketing nãos e parece com marketing”

Passe a recomendar coisas para as pessoas e elas retribuirão, seja se tornando um lead ou comprando. Gosto de inclinar as coisas por esse caminho e tem dado muito certo. Você pode testar e comprar isso na hora de criar seu próximo anúncio.

Enfim, coloque essas dicas em prática e gere muito mais resultados no Facebook Ads!

Se você gostou deste artigo, eu fiz uma palestra onde eu mostro o passo a passo de “Como Fazer seu Primeiro Anúncio de Alta Conversão no Facebook”. Para ter acesso gratuito a essa palestra, clique aqui!

Comentários

comentários