Produtos Digitais: como vender mais usando técnicas de publicidade online

Os produtos digitais estão no topo das oportunidades online. Você já fatura com eles? Se sim, parabéns, este post vai te ajudar a vender ainda mais. Mas se ainda não, fique tranquilo, pois você está a dois passos de descobrir como fazer isso…

Produtos digitais são todos os conteúdos em formato digital que podem ser comercializados via internet, e que têm um valor real para quem compra. Como são produzidos com base em informações, também são chamados de infoprodutos.

Os tipos mais vendidos na Internet atualmente são os cursos, treinamentos, palestras e workshops em vídeo, bem como e-books, apostilas, planilhas, softwares, aplicativos e plug-ins.

Para quem vende ou deseja vender produtos digitais, as vantagens são inúmeras:

  • Baixo investimento e custo de operação (muito diferentes dos produtos físicos);
  • Facilidade de distribuição (pode-se utilizar os muitos canais disponíveis na rede);
  • Não exige espaço físico para armazenamento (estoque);
  • Os processos de venda e entrega podem funcionar no piloto automático;
  • A margem de lucro é grande;
  • Há muita facilidade em escalar.

As técnicas e habilidades usadas no desenvolvimento de um infoproduto variam de acordo com o formato, objetivo e perfil de público-alvo, mas é possível criar a maioria deles usando apenas:

  • Um computador de mesa ou notebook;
  • Internet banda larga;
  • Câmera profissional ou webcam;
  • Programas de edição de texto, como o Word;
  • Programas de diagramação e design, como o Corel Draw.

Esse é o mínimo que você precisa saber sobre o assunto, agora é essencial que você tenha ciência de como vender seus infoprodutos. Nas próximas linhas eu vou te explicar como você pode fazer isso utilizando um dos meios mais poderosos de conversão: a publicidade online.

Você está pronto? Então vamos lá!

Como vender produtos digitais e lucrar mais na internet

Você deve basicamente criar um site de vendas com as principais informações sobre o seu produto, mostrando todos seus diferenciais e deixando claro como ele ajuda seus clientes. Se você tem um blog, pode integrar a página de vendas nele para fazer a divulgação.

Alguns canais que você pode adotar para tornar seus produtos digitais conhecidos:

  • Website corporativo;
  • Blog profissional;
  • E-mail (para aplicar o e-mail marketing)
  • Redes Sociais (Facebook, Twitter, Google Plus, etc.)

Você também pode contar com plataformas próprias para infoprodução e marketing de afiliados, como o Hotmart, Eduzz e a Monettize. Estas empresas oferecem um ótimo suporte e diversos recursos para tornar possível o lançamento e a venda de seus produtos digitais.

Esse é outro conhecimento inicial que você deve ter. Acredito que agora podemos começar a nos aprofundar sobre como vender mais produtos digitais com a publicidade online.

Os links patrocinados

Quando você investe uma certa quantia de dinheiro em plataformas especificas para que elas exibam os seus anúncios, conseguindo desta forma, atingir um grande número de pessoas, você está apostando nos links patrocinados.

Os anúncios são exibidos em bons resultados nas páginas de divulgação dessas plataformas, dependendo, claro, do lance que você estiver disposto a pagar pelos cliques dados nos seus anúncios. Isso é determinado pelo PPC (Pay Per Click), sigla em inglês para Pague Por Clique.

As principais empresas que disponibilizam o serviço de links patrocinados são: Google, Facebook, Yahoo, UOL, entre outras plataformas. Mas dessas, as que mais se usam hoje são o Google, pelo AdWords, e o Facebook, Pelo Face Ads.

No entanto, entre esses dois, o Facebook tem mostrado um grande potencial de crescimento e já ultrapassou o Google em muitas frentes em termos de publicidade paga. Por isso eu aconselho que você aposte suas fichas no Face Ads, pois os resultados costumam ser consideráveis.

É claro que não basta apenas fazer um anúncio e deixá-lo rodar sem nenhum tipo de estratégia ou testes. Testar é muito importante para você ter uma noção de como está rolando sua campanha e para que os devidos ajustes sejam feitos.

Portanto, você deve estudar mais a fundo as técnicas que envolvem a publicidade online. Para isso, um bom curso ou treinamento são fundamentais. Aliás, eu ensino isso na área de membros. Assine aqui por apenas 1 real!

Como começar a anunciar no Facebook

Quando criamos um anúncio pago no Facebook, há inúmeros critérios a serem levados em conta: Você está atingindo seu público certo? Quais as dimensões que seus anúncios estão atingindo? Você está executando tudo da maneira certa? Por isso é importante saber como fazer o seu primeiro anúncio.

Com mais de 1,4 bilhão de pessoas usando o Facebook, e mais de 900 milhões de visitas todos os dias, o Facebook oferece uma oportunidade única para os empresários aumentarem suas vendas. O único problema é que, com tantos empresários querendo se destacar no mercado, não se pode perder um minuto sequer…

Bem, basicamente, é preciso saber que o Facebook Ads oferece uma ampla variedade de anúncios pagos e canais, e todos eles podem ser divididos em três elementos:

1. Campanha: Nela você pode controlar o objetivo da campanha, tais como curtidas da página, visualizações do vídeo, etc.

2. Conjunto de anúncios: Um conjunto de anúncios que contém um ou mais anúncios, um orçamento e um cronograma.

3. Anúncio: O anúncio individual inclui o criativo (por exemplo, a imagem e o texto usados). Cada conjunto de anúncio contém uma variedade de anúncios que varia com cor, imagem, etc.

Para melhor assimilação sobre isso que tratei aqui, e para saber exatamente como criar seu primeiro anúncio no Facebook, sugiro que leia este artigo depois.

Vendendo seus produtos digitais para o público certo (hipersegmentação)

Aqui está um dos segredos para vender produtos digitais de forma eficiente: conhecer bem o público-alvo. Somente tendo ciência de quem é seu comprador ideal é que você vai conseguir criar estratégias certeiras para escalar as vendas dos seus produtos digitais.

No caso da publicidade online, a hipersegmentação é essencial.

Segmentar significa conhecer seus consumidores e traçar ações de comunicação para satisfazer as necessidades deles. Segmentar errado é justamente fazer isso ao contrário. Anunciar para um perfil diferente do seu, não atender às suas necessidades, seus motivos de compra, os diferenciais que o atrai, entre outras coisas.

O ideal é entender quem é a sua persona e falar somente com ela. Ignorar isso é acabar atraindo pessoas que não serão engajadas, pois não participam do nicho do seu produto, e portanto, não compram.

Em outras palavras, sem a hipersegmentação, você vai acabar gastando dinheiro e tempo desnecessariamente. E sabe qual a melhor forma de segmentar? É começar não segmentando.

Como assim? Relaxa, não é contradição…

No começo pode ser que você não tenha muita ideia quem seja seu público ideal. Daí você faz um anúncio aberto para ver quem serão as pessoas que você vai atingir, para então fazer algo mais certeiro com os dados que a campanha apresentar, entendeu?

Essa é uma informação muito útil para sua estratégia de infoprodutor.

Os 3 passos para criar campanhas mais efetivas

Você pode começar a criar suas campanhas para as vendas de seus produtos em 3 passos práticos:

#1 – Fazer

Comece metendo a mão na massa…

Aqui você precisa começar, para posteriormente continuar a empreitada com as “ferramentas certas” em mãos. Eu gosto de usar a analogia do construtor. Depois de ter medido e feito o alicerce, ele coloca os primeiros tijolos para só depois levantar a parede.

Só após aplicar os primeiros blocos, é que ele dá continuidade ao levantamento. Quer saber para quê exatamente servem esses primeiros tijolos? Para…

#2 – Analisar

Tendo posto os primeiros tijolos, o construtor consegue saber exatamente se começou certo ou não. Ele mede, apruma, nivela, enfim, confere os detalhes e vê se está realmente no caminho. Se não estiver, ele corrige e refaz antes de prosseguir o trabalho.

Da mesma forma é com suas campanhas de publicidade online. Você deve começar a campanha e ver se realmente os “tijolos estão no devido lugar”. Aí você pode…

#3 – “Subir a parede”

Sim, só suba a parede depois que os blocos estiverem todos alinhados. Ou seja, só continue a campanha quando os dados estiverem precisos e quando houver certeza de que o anúncio vai converter de alguma forma.

Isso faz sentido para você, não é? Para mim faz muito, e é justamente por isso que eu decidi ensinar o método para as pessoas. Tenho uma aula gratuita aqui onde destrincho isso.

Isso só vai funcionar também, se você seguir a ordem…

Os 3 passos para escalar a publicidade online

Para que suas conversões também sejam boas, é bom você criar suas ações de publicidade online seguindo esses três passos:

Passo #1 – Atrair

É claro que você precisa atrair pessoas para o seu negócio, mas será que você sabe fazer isso? Alguns empreendedores e profissionais de marketing acham que quanto maior forem as visitas em uma página, maior a conversão. Mas não é bem por aí. Nem sempre mais tráfego significa mais vendas.

Como eu explico neste artigo, você não precisa de um número grande de pessoas para ter um alto faturamento. Nele eu destaco o poder do Facebook Ads, e como ele pode ajudar muito no quesito atração. Como a rede social tem um banco de dados imensurável, é possível segmentar e atrair as pessoas certas para o seu negócio.

A verdade é que você pode ter em mãos informações úteis para melhorar toda sua estratégia de marketing digital, desde a concepção dos anúncios até à criação de conteúdo para as pessoas que podem ser seus clientes em potencial. Para se ter ideia, você pode ter acesso à informações importantes, como:

– Quais páginas o consumidor curte

– Quais são os interesses dele

– Quais os grupos que ele está

– Qual a faixa de idade dele

– Qual é o meu principal concorrente

Tudo isso com apenas alguns cliques e um passo a passo correto…

Se você souber usar essas informações, você consegue atrair mais pessoas certas e vai conseguir vender seus produtos digitais mais facilmente. Isso é mais eficiente do que sempre fazer anúncios “abertos” e atrair uma multidão de pessoas formados por boa parte que não vai comprar.

Passo #2 – Engajar

Outra frase que estou sempre citando é que você não precisa gastar milhares de reais em compra de publicidade online. Esse é um conceito-chave para a venda de produtos digitais. Você pode – e deve – engajar seu público, de forma recorrente e consistente para que ele compre mais de você.

Você pode estar se perguntando: Como? Eu respondo…

Gerando conteúdo relevante.

Isso mesmo, você precisa produzir conteúdo com o objetivo de aproximar sua marca do cliente, sanando suas dúvidas, matando suas objeções e explorando informações úteis que levem ele ao fundo do funil de vendas.

A verdade é que o conteúdo é seu maior aliado para transformar leads em clientes. Entretanto, o foco nem sempre é vender diretamente, mas criar e manter uma comunicação educacional com os prospectos e leads até que eles comprem seu produto digital. O nome disso é engajamento.

Por isso que, em muitos casos, o conteúdo será o ativo comercial mais importante do seu site ou blog. É ele que vai estar presente em todas as etapas de comunicação com o cliente, desde as primeiras visitas até o pós-venda e a fidelização.

Se não ficou claro, eu explico: engajamento é o envolvimento, a interação, o relacionamento com sua empresa. Isso vai além do número de seguidores em uma rede social ou likes em um post.

Passo #3 – Converter

Há uma frase muito famosa no meio digital:

Conteúdo sem conversão é apenas publicação grátis.

O autor é Marc Gobé. Não há como discordar disso. Não basta você criar anúncios bons que atraiam e conteúdo relevante que engaje, se no fim, não rola uma conversão. Então, seu objetivo nessa terceira fase é converter o seu cliente e torna-lo, de fato, um comprador.

Não é difícil de entender, não é? Pois é, e agora que você entendeu, eu vou te dar uma chave com mais 3 passos para você nunca mais ficar sem vender seus produtos digitais:

#1. Defina um produto para pagar seu tráfego, a sua publicidade

#2. Defina qual o produto você pode oferecer após essa primeira compra

#3. Faça várias campanhas sequenciadas.

Não entendeu? Vamos lá, eu explico!

Aqui na minha agência, nós aplicamos uma estratégia que funciona da seguinte forma: dividimos o mês em quatro partes e fazemos campanhas específicas em cada fase, com objetivos diferentes:

– Na primeira parte, nós cuidamos da atração, que forma o primeiro pilar deste artigo. A ideia aqui é construir uma comunidade em torno da marca e prepará-la para comprar.

– Na segunda parte, nós vendemos um produto de baixo valor. Nessa fase, bem como na primeira, a compra de publicidade não para, é contínua e consistente. O objetivo é vender todos os dias e ter um faturamento que pelo menos permita pagar as contas.

– Na terceira etapa, nós definimos um produto que gere lucro para gente. Fazemos entre o dia 10 ao dia 20 do mês com o objetivo de gerar um bom faturamento focado em lucro.

– Na quarta e última parte, que fica entre o dia 30 e 10 do outro mês, nós vendemos um produto de ativação (um produto “meio termo”, nem tão caro, nem tão barato). Esse quarto produto ajuda no pagamento do próprio tráfego.

É assim que formamos um leque de vendas.

Eu explico isso com mais detalhes na Área de membros VIP, por isso sugiro que você assine aqui a aprenda como aplicar isso em seu negócio.

Mãos à obra!

Essas são as minhas dicas para você vender produtos digitais usando a publicidade online e aumentar o faturamento. Isso sem gastar milhares de reais, sem perder tempo com teorias furadas, sem apostar em papos de gurus. É marketing digital na prática.

Agora, para fechar, para você aplicar tudo isso com eficiência, assista a palestra online: OS TRÊS PILARES PARA TODAS AS VENDAS, DE QUALQUER TIPO DE PRODUTO OU SERVIÇO e comece a gerar resultados…

Comentários

comentários