Os 3 grandes segredos do Copywriting revelados!

Alguns definem o copywriting como uma técnica ou tática de escrever anúncios com o objetivo de fazer uma venda. Eu gosto de ir além e dizer que, na verdade, o copywriting une os conceitos de arte e ciência para promover ideias, serviços e produtos com as palavras certas.

Cada palavra e frase precisam ser cuidadosamente construídas, selecionadas e editadas, pois devem ter o poder de convencer o leitor a tomar uma ação específica. Quem dominar isso terá mais chances de obter sucesso em tudo o que decidir vender.

O copywriting tem proporcionado riqueza a muitas pessoas, tanto para quem o faz, quanto quem o contrata. Quem faz copy tem o poder nas mãos! Gostaria de saber mais sobre isso? Quer saber como persuadir pessoas a comprarem de você? Descubra agora quais os três grandes segredos copywriting!

Os 3 grandes segredos do Copywriting

Grande segredo #1: As pessoas compram sempre por 2 motivos

Imagine se você soubesse exatamente o que faz as pessoas comprarem alguma coisa. Seria muito bom, não acha? É exatamente isso que você vai descobrir agora. Vou revelar para você os 2 motivos que fazem as pessoas comprarem alguma coisa!

Motivo #1: Aliviar ou evitar alguma dor

O ser humano fatidicamente está sempre fugindo de alguma dor. Quando alguém compra uma roupa nova está evitando a dor de se sentir mal vestido ou fora de um grupo social; quando se matricula em uma academia, faz para evitar a dor de estar acima do peso; quando se matricula em um curso evita a dor de não saber alguma coisa, enfim, tudo o que é relacionado ao consumo, em algum momento envolver dor. Este é o primeiro motivo.

Motivo #2. Gerar ou aumentar o prazer

O segundo grande motivo é este: Toda pessoa toma alguma ação pensando em como proporcionar prazer a si mesmo. Em todas as épocas a humanidade se inclinou em como melhorar de vida. Moradia; transporte; vestimenta; ser incluído em um grupo; encontrar um parceiro amoroso e etc. É instinto do ser humano buscar e querer aumentar o prazer.

Muitas vezes você compra algo inconscientemente pelos dois motivos: para evitar a dor e aumentar o prazer. Este é um grande segredo que os copywriters já sabem há muito tempo. Agora parece óbvio e tudo fica claro em nossa mente, mas muitas pessoas não sabem disso. Portanto, se sinta privilegiado. Outra coisa que você precisa saber se quiser usar esta ciência em seu trabalho de empreendedor digital são os três poderes do copywriting:

Grande segredo #2: Os 3 poderes do copywriting

Poder #1: Persuadir as pessoas a fazerem a escolha certa

O marketing, ao mesmo tempo em que proporcionou grandes conquistas, também fez com as pessoas se tornassem mais céticas em relação a comprar. Por isso que quem deseja vender alguma coisa, precisa, em muitos casos, desconstruir a imagem negativa que o marketing e a publicidade criaram na mente do consumidor.

O primeiro grande poder do copywriting é persuadir as pessoas a tomarem a melhor decisão em relação ao que precisam ou desejam. Isso nos leva a pensar então, que não basta escrever frases poderosas, mas o produto deve ser uma solução para o comprador em potencial. Uma vez que o produto ou serviço seja bom, sua mensagem precisa convencer as pessoas disso.

Poder #2: A responsabilidade de ajudar

Está aqui a prova de que o copywriting não é um jogo de enganação. Por usar artifícios psicológicos, alguns incrédulos gostam de jogar areia no trabalho de persuasão. É claro que, como tudo na vida, tem gente de má índole tentando ganhar vantagem, mas num todo, quem usa o copywriting como mensagem de vendas deve se apoiar nesse princípio.

O slogan do Homem Aranha cai muito bem aqui: “Com grandes poderes vem grandes responsabilidades”. Se você aprender a usar o copywriting precisa estar compromissado em ajudar as pessoas. Uma mensagem de vendas desse nível pode mudar vidas, salvar uma empresa da falência, salvar empregos e até uma vida.

Poder #3: O poder de construir seu caminho

Fazendo uma ponte com o tópico anterior, digo a você que quando você ajuda outras pessoas a encontrar seus caminhos, estará naturalmente construindo o seu. Este é o terceiro grande poder da arte/ciência copywriting. Sei que é um tanto carregado de ideologia e filosofia, mas é a mais pura verdade.

Uma coisa que li e nunca mais esqueci é que no copywriting, assim como no ofício de marketing digital, quanto mais você dá, mais você recebe. Pura verdade! Por isso esteja ciente que com a responsabilidade de ajudar e de persuadir as pessoas a tomarem a melhor decisão, seu caminho como profissional estará sendo construído.

Grande segredo #3: Anúncio não é feito para vender

“Eu faço um comunicação altamente persuasiva, escolho minuciosamente as palavras e você diz para mim que isso não é para vender. Como assim?” Calma, eu explico. Esse terceiro grande segredo é o ponto chave do sucesso de sua copy. O Anúncio é o primeiro passo para você imergir seu futuro cliente no lugar conhecido como zona de engajamento. Interessante, não acha?

Sua zona de engajamento é composta pelo seu canal principal. O anúncio, na verdade, tem duas funções: atrair o clique comprador e repelir o clique curioso. O anúncio serve como porta de entrada e aumentar ainda mais o engajamento do seu comprador em potencial. Muita gente “quebra a cara” por não saber disso, desejando vender logo nos anúncios.

Sua intenção em uma copy é conduzir o leitor a ação e levá-lo até a zona de engajamento. Isso em se tratando de anúncio. No caso da página de vendas, onde o fim é comprar, aí sim você deve ser mais direto e fazer com o que o usuário adquira o produto.

Então, o que achou do conteúdo? Feliz em descobrir esses três grandes segredos? Deixe um comentário com sua opinião e coloque o conhecimento em prática. Se precisar de ajuda nesse sentido, estarei aqui para lhe auxiliar. Até a próxima!

Comentários

comentários

  • Rafael

    Onde consigo aquela sua planilha para utilização do Facebook Open Graph Search?!?

    • Opa, tudo bem Rafael?
      Dentro do Treinamento Facebook Efetivo. Lá tem uma planilha Surpresa de Previsão de Cenários, bem legal.
      🙂
      Grande abraço,
      João Paulo Pereira