Seu site não converte em Vendas? Veja 7 erros que você pode estar cometendo!

Você investe bastante no seu site…

Cria conteúdo, atualiza o blog, movimenta a fanpage, paga ferramenta de e-mail marketing, faz SEO e mesmo assim ele não vende como você deseja? Se você está perdido feito um “Zé dend’água”, como dizemos aqui em Minas, e não sabe como mudar esse quadro, eu vou te ajudar.

Na verdade, site que não converte em vendas é até uma coisa comum no meio digital. O grande problema é que isso é um dos pontos principais na falência de muitos negócios. E por curiosidade, alguns empreendedores demoram a perceber e mudar as coisas.

Por isso, se seu site não está alcançando o seu objetivo, é preciso avaliar suas estratégias e entender em que ponto você está errando imediatamente…

Neste artigo eu preparei uma lista com as principais razões pelas quais sites não convertem em vendas. Além de te falar o que rola de ruim, vou te dar dicas importantes para você começar a mudar essa realidade hoje mesmo.

Já que conversão é o foco principal para o lucro de um negócio, supere esses erros que estão jogando suas vendas para baixo e transforme seu site num “trem bom que só”!

#1. Você não investe em tráfego
voce%cc%82-na%cc%83o-investe-em-trafego

Para entender o tráfego online, podemos pensar como as acontecem no varejo (negócio off-line). Numa loja física, um grande número de pessoas transitando representa um grande número de potenciais clientes. Logo, quanto mais pessoas visitam uma loja, maior será a chance de ela vender mais.

Da mesma forma é com seu site…

Quanto maior o fluxo de visitantes, maiores serão suas chances de converter. E é por isso que é tão importante você investir em tráfego pago. Muitos empreendedores negligenciam o investimento em tráfego, e isso influencia diretamente na quantidade de conversões e traz a resultados negativos para o negócio.

Será que é esse o seu caso?

Se for, uma excelente forma de mudar essa realidade é aumentando o seu investimento em links patrocinados, que é uma excelente ferramenta para atrair visitantes. Os links patrocinados atingem diretamente um determinado público, de acordo com o que ele está buscando.

Por exemplo, se você optar por anúncios no Facebook, de forma segmentada, verá naturalmente um aumento significativo no fluxo de visitas. E, além de aumentar o tráfego, a sua empresa também vai ganhar evidência nos resultados em motores de busca, como o Google.

Se por acaso você perceber que está falhando nesse sentido, e que por isso seu site não converte, vou te dar um caminho seguro para vencer isso. Envie um e-mail para suporte@joaopaulopereira.com.br falando mais sobre seu negócio, que eu irei pessoalmente te indicar uma estratégia personalizada de acordo com sua necessidade.

#2. A oferta está ruim
a-oferta-esta-ruim

Agora que você já entendeu a importância de investir em tráfego, e já se preparou para vencer essa dificuldade, é hora de partir para um segundo ponto importante…

Muitas vezes o site tem um conteúdo excelente, tem links patrocinados e publicidade online e mesmo assim permanece tendo resultados abaixo do desejado. Isso acontece porque a oferta não está sendo percebida como deveria.

Eu explico que oferta não tem a ver com promoção ou descontos, mas sim com a maneira como você organiza as informações e as apresenta para o seu cliente. Essas informações dizem respeito aos benefícios que esse cliente vai ter ao comprar o produto ou serviço da sua marca e não da concorrência. Junto a ela entram a experiência obtida com o produto, as garantias, enfim, todas as vantagens que ele vai ter ao comprar.

Uma boa oferta consegue demonstrar o diferencial que será convertido em benefício para o seu cliente. Nesse sentido, tenho algumas dicas para te ajudar:

Agregue valor ao produto: Demonstre que o consumidor precisa dele; deixe claro o seu diferencial perante a concorrência; indique todos os benefícios e aplique prova social (testemunho de gente que ficou satisfeita com seu produto).

Forneça TODAS informações relevantes e úteis sobre o produto e/ou serviço: Seja detalhista neste aspecto. Se você demonstrar para o consumidor que tem mais informações a oferecer você vai gerar valor. David Ogilvy (o pai da publicidade moderna) costumava dizer que você tem um produto muito bom, que quanto mais informações você der sobre ele, mais ele tem a chance de vender.

Desperte a sensação de necessidade: Explique qual é a utilidade prática daquele produto para o cliente. Ele precisa se enxergar usando o que você vende e perceber a transformação que isso vai causar na vida dele. Com essa percepção, ele vai entender que precisa do que você oferece.

Desperte a confiança do consumidor: Se não há confiança por parte do consumidor, será mesmo difícil gerar conversões. Uma coisa que pode te ajudar a aumentar a confiança é usar o gatilho da autoridade. Ele pode ajudar seu cliente a enxergar em você um verdadeiro especialista, que pode ajudá-lo.

#3. Você não gera leads qualificados
voce%cc%82-na%cc%83o-gera-leads-qualificados

Não adianta nada você investir em links patrocinados e ter uma excelente oferta, se você não está atraindo leads qualificados para seu negócio. Leads aleatórios simplesmente não vão converter em clientes, e isso significa que todo seu trabalho pode ir por água abaixo. (Já leu esse meu post sobre leads?)

Leads são pessoas ou empresas que podem realmente se tornarem clientes do seu negócio. Portanto, atrair pessoas interessadas no que você faz, que possam ser reais e potenciais consumidoras, é imprescindível para alcançar a conversão.

O estudo de personas te ajuda a compreender quem são as pessoas que vão comprar de você e através deste planejamento você consegue pensar em como agir de acordo com aquilo que essas pessoas estão buscando e consumindo.

Para você transformar um lead em um lead qualificado, é muito importante alinhar suas estratégias atraindo para o seu negócio não curiosos, mas futuros compradores. Invista em estratégias de marketing digital que te ajudem a colocar isso em prática. Ofertas de conteúdo para download gratuito, como e-books, whitepapers e vídeos com temas específicos, por exemplo, podem te ajudar a gerar mais leads qualificados.

Lembre-se sempre que bons resultados significam o trabalho e o esforço de marketing alinhado a uma boa ação de vendas.

#4. Você não está usando a prova social
Você não está usando a prova social

Já citei a prova social aqui e agora reforço nesse tópico…

A prova social é um dos seis elementos de persuasão abordados pelo psicólogo e escritor Robert Cialdini. Alguns estrategistas de marketing digital consideram esta como uma das estratégias mais fortes para gerar confiança e incentivar o lead a comprar.

A prova social gera conforto porque tem outras pessoas falando bem sobre o produto. Por isso, os depoimentos de usuários que conhecem seu trabalho e estão felizes com ele, é essencial para gerar essa sensação no seu cliente em potencial.

Você pode começar convidando seus clientes e darem uma opinião a respeito do produto ou serviço e depois disponibilizar essas informações em seu site. Como somos seres sociais, nos importamos muito com o que os outros estão pensando, fazendo ou seguindo. Se muitas pessoas estão comprando aquele produto é porque ele deve ser muito bom, não é mesmo?

Dica extra: Alguns aplicativos que você pode usar para criar uma seção de comentários ou depoimentos diretamente no seu site são o Testimonial Builder e o Comments. Vale a pena conferir e começar agora mesmo a disseminar o feedback dos seus clientes para que todos saibam o quanto eles estão satisfeitos com o seu produto.

#5. Você não tem ou não destaca o seu diferencial
Você não tem ou não destaca o seu diferencial

Ter um diferencial faz toda a diferença!

As pessoas estão muito cansadas de ver “mais do mesmo”, por isso você deve buscar sempre se destacar diante da concorrência por ter algum diferencial significativo. Se você é só mais um no mercado, por que as pessoas devem comprar de você e não do outro?

Então você pode me perguntar:

“Então, se meu produto é muito parecido com aquele que é oferecido pela concorrência, como me diferenciar?”

Comece conhecendo bem sua concorrência e seu público-alvo. Você só pode demonstrar o seu diferencial se souber avaliar cada detalhe do que os outros estão fazendo e conhecer bem a mentalidade do seu próprio consumidor.

Após isso…

Seu diferencial pode estar no atendimento, nas formas de pagamento, na agilidade; na solução dos problemas, na facilidade de comunicação, nos bônus, na excelência nos serviços prestados, nas informações presentes no que você ensina, enfim, alguma coisa de muito bom e único você deve ter.

#6. Suas landing pages estão ruins
Suas landing pages estão ruins

Landing pages também prejudicam as vendas do seu site.

Aliás, prejudicam muito. E esse é mais um erro muito comum que atinge mais empresários do que você imagina. Talvez você esteja sofrendo com isso e nem tenha percebido ainda.

A facilidade em customizar as próprias páginas fez com que muitas pessoas começassem a criar landing pages sozinhas, sem o apoio de profissionais qualificados. Isso pode ser bom um lado, pois otimiza o tempo e permite que a página seja feita exatamente do jeito que você quer.

Mas isso também pode ser um problema, já que a falta de conhecimento e experiência pode ser um desastre para suas conversões. E em relação à criação de landing pages, não basta ter um layout bonito e um design atraente. Cada elemento deve estar em seu devido lugar trabalhando fortemente para que a conversão aconteça.

Para te ajudar a construir boas páginas de conversão, separei algumas dicas:

Regra 1: Ofereça uma boa primeira impressão para que o visitante permaneça por mais de trinta segundos na página.

Regra 2: Garanta boa velocidade na página. Carregamento lento é sinônimo de desistência rápida.

Regra 3: Dê muita (eu disse muita) importância dos títulos. O título da sua landing page deve trazer uma mensagem clara, útil e persuasiva. É através do título que o consumidor decide se vai ou não continuar na página.

Regra 4: Garanta uma boa aparência. Layout e designs são muito importantes. Só tenha cuidado para não exagerar. Menos é mais!

Regra 5: Não coloque elementos que tirem o usuário da página. O call-to-action da landing page deve ser única e exclusivamente focado na conversão. Ele deve convencer o leitor a tomar a ação que você deseja que ele tome.

Tenho um assunto completo dedicado ao assunto: Como Criar Landing Pages que Convertem

#7. Você despreza o formulário de contato
Você despreza o formulário de contato

Muitos empreendedores não dão importância ao formulário de contato.

Isso é comum para um site que não converte, mas esse elemento básico tem ainda muita importância e relevância e pode te ajudar muito no sucesso do seu negócio. (Repare que eu mesmo utilizo um formulário de contato aqui no blog)

Em muitos casos, essa página será o meio de comunicação mais eficiente entre você e o seu cliente. Por isso é bom você investir em um formulário de contato objetivo, com layout atraente, simples e que esteja acessível ao leitor.

Você também pode deixar o e-mail para contato visível para que o leitor entre em contato com você e envie qualquer dúvida ou mensagem sempre que sentir necessidade. E, para isso funcionar, não abra mão de estar totalmente disponível e disposto para o seu cliente entrar em contato e tirar qualquer dúvida ou enviar qualquer comentário.

Você mesmo pode criar seu formulário de contato ou pedir para seu programador fazer para você. Deixe-o visível para os visitantes, de preferência no menu ao lado das outras páginas. Pode ser que com essa pequena mudança, você receba mais propostas de gente interessada em comprar de você.

Chegou a hora de converter mais

Enfim, não é tão difícil fazer um site converter mais. Você só precisa investir nas coisas certas e trabalhar com mais afinco para mudar o quadro daquilo que está ruim na estratégia. Como você viu, existem inúmeros aspectos que podem estar prejudicando seus resultados. Você não precisa focar em todas elas de uma vez, mas é importante saber que todas essas áreas merecem sua atenção, de uma forma ou de outra.

Algo que você nunca deve ignorar, se tratando de gerar conversão, é a importância da consistência. Se você não trabalhar ‘todos os dias’ para superar suas metas, terá dificuldades em vender muito. Há coisas que levarão tempo para mudar, mas com as ferramentas e ações certas, você conseguirá chegar lá.

Se você gostou deste artigo, eu fiz uma palestra onde eu mostro o passo a passo de como Fazer seu Primeiro Anúcnio de Alta Conversão no Facebook, para ter acesso gratuito a essa palestra clique aqui

Comentários

comentários

  • O Pequeno Na Web

    Ótimo artigo com boas dicas. Tráfego, leads qualificados e uma finalização razoável das páginas de captura são essenciais para o sucesso de um negócio. Artigo muito bom, recomendo a leitura!