Storytelling: como melhorar seu negócio

Storytelling, a mágica dos estúdios de Hollywood

É um dos assuntos mais pesquisados no Google: são mais de 8 milhões de páginas na internet que abordam este assunto. Você sabe o que é storytelling? Utilizada há tempos pela indústria cinematográfica, como a Pixar por exemplo, o storytelling domina as emoções de um grande público. Em tradução literal, significa contar histórias. E é basicamente isto, só que de maneira mais tocante. Storytelling é transmitir histórias emocionantes, criativas e originais, que emocionem o ouvinte/leitor e o inspirem. São histórias que os levam a agir, a transformar sua própria realidade.

E como o storytelling pode te ajudar nos negócios? O storytelling é capaz de conferir vida à marca empresarial/pessoal, atraindo e mantendo um público. Desde que foi descoberta a sua utilização nos negócios, o storytelling tem se tornado uma grande ferramenta do Marketing de conteúdo. O segredo para o sucesso é saber como utilizá-lo, ou seja, como contar uma grande história e em qual meio de comunicação, seja blogs, multimídias ou mesmo filmes.

Problemas enfrentados pelo produtor de conteúdo para internet

A internet é um excelente meio de comunicação, porém, está repleto de informações, o que torna difícil de se filtrar o que é bom e o que é ruim para ser absorvido pela nossa mente. Entre os principais desafios podemos destacar:

  • A internet está abarrotada: a quantidade de informações é gigantesca. Só pelo Google, mais de 700.000 buscas são realizadas por minuto. Lembrando que existem outras ferramentas de pesquisa como o Bing.
  • Há muita publicidade online: a maioria dos sites que o internauta visualiza contém algum tipo de propaganda. Estima-se que um usuário têm acesso a mais de 5.000 mensagens de marketing por dia. Só para ter noção, em 2012 mais de 5 trilhões de dólares foram gastos com veiculação de anúncios na internet.
  • Conteúdo literário vs. Conteúdo multimídia: um blog que contenha somente conteúdo em forma de textos tem menos acessos que aquele que possui vídeos. Conteúdos de multimídia captam maior atenção do consumidor (cerca de 77% mais do que textos).
  • O público “ligeirinho”: a cada dia aumenta o número de pessoas que não leem os textos por completo. Em média, 79% das pessoas leem apenas palavras-chaves ao invés de ler cada palavra do conteúdo. Ou seja, somente visualizam seu conteúdo!

Como burlar estas dificuldades

São passos simples, mas de efeito estrondoso. Estas 3 dicas podem ajudar qualquer negócio a obter mais destaque na internet:

  • Faça com que sua marca fique na memória: pense como um escritor! Eles criam personagens que as pessoas tendem a guardar no coração, e o mesmo pode acontecer com a sua marca. Apresente a marca como um destes personagens. Mostre a empresa como uma história envolvente.
  • Utilize multimídia como ferramenta: é necessário mostrar, e não apenas contar. Como diz aquele ditado: “Uma imagem vale mais que mil palavras”.
  • Transforme sua mensagem em uma história: quando o conteúdo, por mais simples que seja, é transmitido por meio de uma história, a mensagem torna-se mais envolvente, cativando o público-alvo. É preciso criar um título bastante chamativo, para que possa convencer o internauta a ler o texto por completo.

O storytelling está presente desde o início da humanidade. Sempre existiu e sempre existirá. Empreendedores são aqueles que conseguem criar excelentes histórias e transportá-las em qualquer meio, para o público certo. O que você está esperando para começar esta nova jornada?

 O que achou das nossas dicas? Fique sempre atento ao nosso blog e não se esqueça de deixar as suas dúvidas e comentários abaixo!

REFERÊNCIAS:

  • TERRA, José Cláudio Cyrineu. Storytelling como ferramenta de gestão. Biblioteca digital TerraForum – www.terraforum.com.br. Disponível em:  http://biblioteca.terraforum.com.br/BibliotecaArtigo/Storytelling%20como%20ferramenta%20de%20gest%C3%A3o.pdf. Acesso em:  17/10/2014.
  • DOMINGOS, Adenil Alfeu. STORYTELLING E MÍDIA: A NARRAÇÃO DE HISTÓRIAS CONSTRUINDO O PODER POLÍTICO. Publicação – Semiótica da Unesp de Bauru, Curso de Comunicação Social – Jornalismo e Design. 2008. Disponível em:  <http://www2.faac.unesp.br/pesquisa/lecotec/eventos/ulepicc2008/anais/2008_Ulepicc_0392-0409.pdf>. Acesso em:  17/10/2014.
  • DOMINGOS, Adenil Alfeu. Storytelling: Fenômeno da Era da Liquidez. Estud. Ling., Londrina, n. 11/1, p. 93-109, jul. 2008. Disponível em: <http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/signum/article/view/3085/2618>. Acesso em:  17/10/2014.

Comentários

comentários